Cenouras oferecem uma impressionante variedade de vitaminas e minerais

As cenouras estão entre as hortaliças mais reconhecidas no mundo moderno.

Certamente têm um lugar na cultura popular, em grande parte graças à sua representação como a comida favorita de coelhos.

Mas essa popularidade não é o motivo pelo qual você precisa de cenouras em sua dieta – esses deliciosos vegetais também estão entre os mais saudáveis do mundo, contendo alguns dos melhores perfis nutricionais que aumentam a saúde que você pode encontrar nos alimentos.

Cenouras são consideradas uma grande fonte de vitaminas, minerais, antioxidantes e outros fitoquímicos que os tornam uma parte essencial de qualquer dieta saudável, inclusive para emagrecer.

Embora você possa estar familiarizado apenas com cenouras alaranjadas, o vegetal realmente vem em uma ampla gama de cores.

Tipos de cenouras

Tipos de cenoura

O que é realmente fascinante é que a cor da cenoura lhe dá uma ideia de quais nutrientes ela tem maior concentração.

Cenoura laranja – O tipo mais comum de cenoura é rica em carotenoides, o mesmo químico natural que dá às plantas a cor vermelha e amarela.

Cenouras laranjas contêm altas concentrações de betacaroteno, que o corpo converte em vitamina A.

Esta vitamina é importante para a saúde da pele e dos olhos, funcionamento adequado das membranas mucosas e um forte sistema imunológico.

Cenoura amarela – Este tipo de cenoura não contém tanto betacaroteno como sua parente alaranjada, mas tem altos níveis de pigmento luteína.

Este nutriente é encontrado em altas concentrações na mácula do olho, onde funciona junto com a Zeaxantina para absorver a luz azul do ambiente, protegendo os olhos da cegueira causada pela degeneração macular.

Cenouras vermelhas – Embora contenham quantidades moderadas de luteína e betacaroteno, as cenouras vermelhas são excelentes em seu teor de licopeno.

O licopeno é um antioxidante notável por sua capacidade de protegê-lo do câncer e danos causados pelo sol, bem como melhorar a saúde do seu coração. O licopeno também possui potentes propriedades anti-inflamatórias.

As cenouras vermelhas têm tanto licopeno quanto os tomates, tornando-as entre as melhores fontes naturais desse nutriente.

Cenouras roxas – Ao contrário dos três tipos de cenoura citados acima, as cenouras roxas obtêm sua cor não de carotenoides, mas de antocianinas.

São pigmentos vegetais que promovem a saúde do coração e do cérebro, auxiliando contra ansiedade e depressão. Além disso, as cenouras roxas protegem contra inflamações crônicas, infecções virais e câncer.

Cenouras brancas – Este tipo de cenoura tem concentrações muito baixas dos pigmentos vegetais encontrados em seus parentes profundamente coloridos.

No entanto, tem níveis superiores de potássio, um nutriente essencial para o bom funcionamento do organismo.

O potássio relaxa os vasos sanguíneos e reduz a pressão sanguínea durante o processo, tornando-o extremamente importante para um coração saudável. Também ajuda a manter músculos e ossos saudáveis.

Em geral, as cenouras fazem um ótimo complemento para qualquer dieta por causa de seu teor mínimo de calorias, uma xícara de cenoura crua contêm apenas 52 calorias. A mesma porção tem em quantidades insignificantes de gordura.

As cenouras têm uma classificação de 47 no índice glicêmico, mas uma carga glicêmica de apenas três.

A carga glicêmica leva em conta o conteúdo de carboidratos e fibras, tornando-o um modo muito mais preciso de determinar o impacto dos alimentos nos níveis de açúcar no sangue. As cenouras são, portanto, consideradas boas para os diabéticos.

As cenouras também são uma boa fonte dos seguintes nutrientes:

  • Vitamina B1, B3, B6 e B9
  • Vitamina C
  • Vitamina K
  • Manganês
  • Molibdênio
  • Fósforo
  • Magnésio
  • Fibra dietética

Algumas palavras de cautela: As cenouras são altamente pigmentadas. Devido a isso, comer grandes quantidades delas pode causar um efeito colateral menor chamado carotenemia, em que a pele fica com uma coloração amarelada.

Geralmente ocorre em bebês cujo alimento para bebês contém purê de cenoura. A carotenemia é temporária e, eventualmente, diminui à medida que o corpo elimina o excesso de betacaroteno.

Fontes:

http://cms.herbalgram.org/heg/volume11/12December/December2014FaMcarrots.html?ts=1541217950&signature=a7471aa0ac0110dfb3b0bd65db2cc76a

https://www.medicalnewstoday.com/articles/252758.php

https://www.allaboutvision.com/nutrition/lutein.htm

https://mentesacorposao.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *